SEGÓVIA (Espanha): Torre da catedral.

SEGÓVIA (Espanha): Torre da catedral.

A torre, de planta quadrada, tem 88 metros de altura e, na altura em que foi construída, foi a mais alta de Espanha. A sua construção é em estilo gótico e terminava com um capitel de madeira (mogno) trazida da América. Todavia, este foi destruído por um raio em 1614, pelo que o arquiteto Mugaguren colocou em seu lugar uma cúpula em estilo herreriano e baixou a sua altura em 12 metros.

SEGÓVIA (Espanha): Igreja de San Andrés.

SEGÓVIA (Espanha): Igreja de San Andrés.

A igreja de San Andrés encontra-se situada no centro histórico de Segóvia, próxima da catedral. É uma igreja românica do século XII que possui uma impressionante fachada e na qual sobressaem a sua torre mudéjar, de quatro pisos em ladrilho, e as absides junto a ela. É assim no exterior que se concentram os seus elementos mais interessantes.

SEGÓVIA (Espanha): Igreja San Martin (Séc. XII).

SEGÓVIA (Espanha): Igreja San Martin (Séc. XII).

A Igreja de San Martin localiza-se no centro histórico da cidade de Segóvia. A sua origem remonta ao século XII, sendo a construção em estilo românico, com influências moçárabes.

A fachada norte tem alguns dos mais belos capitéis românicos que podemos admirar.

SEGÓVIA (Espanha): Torre do campanário da igreja de San Martin.

SEGÓVIA (Espanha): Torre do campanário da igreja de San Martin.

A torre do campanário é em estilo românico mudéjar, com arcos de ladrilho sobre colunas de pedra.

See where this picture was taken. [?]

CHAVES (Portugal): Castelo de Chaves

CHAVES (Portugal): Castelo de Chaves

Do castelo medieval, de meados do séc. XIII, sobreviveu apenas parte da muralha e a Torre de Menagem. É uma torre airosa e bonita, da altura de um edifício moderno de oito a nove andares. Nas paredes, lisas e quase sem decoração, há algumas seteiras, em geral bastante estreitas. Há também, na fachada voltada para leste, varandas, em madeira. O topo da torre esta rodeado por merlões e ameias. Nos cantos, tem pequenos balcões, semicirculares, suportados por matacães.
Internamente é dividida em rés do chão (cisterna) e mais três pavimentos com tecto em abóbada de berço.

MONTALEGRE (Portugal): Torre de menagem.

MONTALEGRE (Portugal): Torre de menagem.

A torre de menagem, a norte, em estilo gótico, ergue-se a 27 metros de altura, coroada por balcões de matacães, mísulas e ameias pentagonais. É coberta por um telhado circundado por um caminho de ronda, as fachadas são cortadas por seteiras estreitas e desalinhadas e no andar superior tem quatro balcões de perfil curvo nos ângulos. O espaço interior da torre de menagem é composto por quatro pisos, correspondendo o primeiro à entrada, com pavimento em granito e escadas em madeira para aceder ao segundo piso, coberto por uma abóbada. O terceiro piso apresenta pavimento em granito e uma escada de acesso parcialmente embutida no piso anterior. O quarto e último piso apresenta corredores de acesso aos sete balcões e um alçapão para aceder ao caminho de ronda.

Subscribe to Arte Medieval